Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2010

AS BOAS LEITURAS

Querendo ou não, somos influenciados por tudo e por todos a nossa volta, pelo pensamento universal através dos tempos. Acho que minha geração foi incentivada a leitura, não tínhamos tantos meios de comunicação como hoje, e a juventude dos "anos dourados" passou por um período de grandes transformações políticas, sociais e econômicas. O mundo explodia em progresso, tecnologias, em música, cinema, artes em geral. Acho que vivemos tantos avanços e saltos para o futuro, que os últimos 60 anos correspondem a séculos de historia da humanidade. Foi tudo tão rápido que talvez tenhamos deixado de vivenciar algumas etapas, ou pensado mais no ser produtivo esquecendo o humano, ou descuidado da harmonia com a natureza, da qual fazemos parte. Ficamos mesmo numa roda viva nos levando, tanto que agora já se pensa numa possível desaceleração pela sobrevivência de todos e do planeta. Vamos torcer e nos empenhar por melhores caminhos.Acho que fui me estendendo e fugi ao tema. É que de todas as…

Ritmos para Primavera

Um vento frio passou por aqui
Levantando a poeira do chão
As sementinhas adormeceram
Protegê-las veio um anão
Guardou-a durante o inverno
Nas profundezas da terra
Envolveu-a num sono profundo
Para acordá-la na primavera
E agora, lá fora, ouvimos um piu-piu
É um passarinho
O que será que ele viu?

Música:Canta o passarinho para
anunciar que a primavera breve
vai chegar...

Caiu no chão uma sementinha
Uma semente pequenininha
Vieram os raios do sol dançando,
brincando, acariciando a semente chamando
Ela ficou muito feliz e contente
Mas foi ficando quente e mais quente
Põe-se à semente a lamentar:
“Não vem ninguém para me ajudar?”
Um ventinho sapeca que por ali passou
A semente numa gruta escura enfurnou
No chão frio e duro
Chorava a sementinha no escuro
Eis que São Micael apareceu
E a sementinha acolheu
Enterrou-a na terra quentinha e macia
Então feliz a semente sorria
No colo da mãe terra.

A semente está dormindo.
No escuro junto aos gnomos.
Que dela cuidam sorrindo.
Eis que um dia ela desperta.
E começa a espreguiçar.…

Teatro da Primavera

Imagem
Naqueles dias, na floresta, reinava um profundo silêncio.
Não se ouvia o canto dos passarinhos, nem os grilos entre as folhas secas; o riacho deslizava pelas pedras. Apenas o vento frio brincava por lá. Quando ele vinha sacudia os galhos das árvores o levantava a poeira do chão; empurrava as nuvens para outras paragens. As plantas ressecadas estavam tristes e se queixavam do gado. A garoa e o orvalho ouviam seus apelos mas o frio ainda trazia a geada para ficar com ele.
Eis que, entre ventos frios e cortantes, penetrou pela floresta um gigante de longas barbas vestido com grossas meias e pesadas botas.
Era o guardião do inverno.
O gigante enveredou por um caminho no qual já se podiam ouvir os sibilantes assobios do vento, que com sua força fria e cortante envergava até os mais resistentes galhos. E ele soprava por entre penhascos rochosos, abria fendas na terra seca, levantando as folhas caídas das árvores junto com espessas nuvens de poeira.
O gigante ia se aproximando e o vento, senti…

A Dança das Flores

Imagem
Flor do jardim, flor que deveria ser da primavera, mas que preferiu enganar as estações. Leve flor carregada pelo vento. E nele desliza como que em delicada dança, Flor que teve por par a brisa. Brisa que acalmou o vento, do som que se escondia no silêncio, dos segredos que, embora ditos, somente foram ouvidos pelos que tinham ouvidos de ouvir, pois que escutavam com a alma, pois que conheciam os caminhos do coração. Flor que é delicadeza no botão, e esplendor no seu momento mágico. Flor que decora o circo da vida, onde os pecados convivem com as virtudes, onde o perdão os liberta, e os transforma em sementes renovadas.
Se desejar ouvir o áudio: http://recantodasletras.u... Se desejar ver o PPS: http://recantodasletras.u...
Gilberto Brandão Marcon Fonte:http://sitedepoesias.com/poesias/49030

Ares de Primavera

Imagem
Flor perdida no vento,mensageira que veio de longe traz letra cifrada em suas pétalas,traz cor que desconhecia, traz luz que pensei perdida. Flor celeste, girassol lunar. Não traz voz, mas pulsar cardíaco. Sorri, pois sabe que lhe espero. Olhe-me, e lhe descubro oculta. E finge estar perdida,mas sei que lhe encontro. E acompanha horas que se foram, E se aninha no crepuscular da tarde, na aurora que rompe a madrugada. Flor que viajou despida de corpo, que veio apenas na forma de essência. E visita para depois deixar apenas fragrância, perfume que encanta e traduz saudade. Saudade de que, se é objeto oculto? Se faz-se de mentira cheia de verdades? Buquê de rosas, espinhos e pétalas. E no toque de carícia, oculta-se nos espelhos, no mundo virtual de sua irrealidade. E brinda o cálice de doçura e fel, pois que traz contradição de ser. E ser é inevitável, não tem rota de fuga, pois que se encontra no horário, na data marcada, no tempo perdido, nas vozes que cantam uma canção, nas poesias que desfizeram-se em síla…

Primavera -Cecília Meireles

Imagem
A primavera chegará, mesmo que ninguém mais saiba seu nome, nem acredite no calendário, nem possua jardim para recebê-la. A inclinação do sol vai marcando outras sombras; e os habitantes da mata, essas criaturas naturais que ainda circulam pelo ar e pelo chão, começam a preparar sua vida para a primavera que chega.Finos clarins que não ouvimos devem soar por dentro da terra, nesse mundo confidencial das raízes, — e arautos sutis acordarão as cores e os perfumes e a alegria de nascer, no espírito das flores.Há bosques de rododendros que eram verdes e já estão todos cor-de-rosa, como os palácios de Jeipur. Vozes novas de passarinhos começam a ensaiar as árias tradicionais de sua nação. Pequenas borboletas brancas e amarelas apressam-se pelos ares, — e certamente conversam: mas tão baixinho que não se entende.Oh! Primaveras distantes, depois do branco e deserto inverno, quando as amendoeiras inauguram suas flores, alegremente, e todos os olhos procuram pelo céu o primeiro raio de sol.Est…

Relacionamento - Pr. Hernandes Dias Lopes

O que fazer para salvar seu casamento O casamento é uma bênção, mas também pode ser um problema. Ele é uma fonte de felicidade, mas também pode ser um poço de frustrações. O casamento é um jardim engrinaldado de flores, mas também pode ser um deserto inóspito. O casamento é um canal aberto de comunicação, mas também pode ser o reduto do silêncio gelado ou das acusações amargas. O casamento pode ser a expressão dos sonhos mais belos, mas também pode ser a carranca dos pesadelos mais assombrosos.
Há casamentos que começaram bem e acabaram mal. Há outros que começaram com juras de amor e terminaram com mágoas profundas. Há casamentos que se perderam na jornada da vida e andam errantes pelos labirintos escuros da infidelidade. Há casamentos doentes, que precisam de cura; casamentos quebrados, que precisam de restauração; casamentos tristes, que precisam de alegria. Há casamentos em que o amor está com o tanque vazio, andando na reserva. Há casamentos que já caíram na rotina, andando no pilo…

AJUDANDO UNS AOS OUTROS

Imagem
(Extraído da Revista Bem-Te-Vi Jardim - Autor desconhecido)
OBS: A história é contada com a mímica das mãos
A Srª Mão Direita tem cinco filhos que sempre andam com ela. Chamam-se Polegar, Indicador, Dedo do Coração, Anular e Minguinho.
Os dedos se amam e se ajudam mutuamente.
Diz o Polegar: sou gordo e forte, pois faço os trabalhos duros. Quando guardo um objeto eu ajudo de um lado e meus irmãos do outro.
Diz o Indicador: sou alinhado e valente. Entro primeiro no bolso escuro e ajudo o polegar a tirar a oferta do bolso. Ajudo-o também a carregar pequenas coisas, um alfinete, por exemplo.
Diz o dedo do coração: sou alto e, estando no meio de todos, ajudo os dois lados.
Diz o anelar: não sou tão forte como o polegar, nem ágil como indicador, mas também faço a minha parte. Posso ajudar a segurar um copo de água para dar a um amigo!
Depois uma voz fraquinha diz: sou pequeno, mas também ajudo. Sou o Mínimo. Veja como ajudo a agarrar o trinco pra abrir a porta.
A Srª Mão Esquerda também tem cinco fi…
A ingenuidade é uma força que os astutos fazem mal em desprezar"Graf, Arturo

FOTO

Imagem
"Eu Toco o Futuro. Eu Ensino." Christa McAuliffe
Imagem

Convite pra morar no Céu

Imagem
Convite Pra Morar no Céu Texto: Lucas 23:42,43 Objetivo Geral: Evangelístico Material Necessário: Um convite de casamento com convite individual para festa. Mensagem: (Após a leitura do texto, dê apenas uma visão superficial do que estava acontecendo. Fale do arrependimento do ladrão...) Você já deve ter ido a muitas festas de casamento. Há festas muito lindas. E há festas que nem todas as pessoas podem entrar. Há um convite individual. Leia aqui (chame uma criança para ler o convite e mostre-lhe o convite individual para a festa de casamento). O que diz este papel menor? Ah! É a entrada para a festa. A pessoa só entra na festa se tiver este convite pequeno aqui. Há seguranças na porta que conferem isso tudo. Não adianta tentar entrar sem convite. Os noivos convidam a pessoa, mas a pessoa aceita se quiser. Ninguém obriga o outro a ir a uma festa de casamento.
Você sabia que para ir para o céu também precisa de um convite? Deus é quem mora no céu e é ele quem nos convida para irmos morar …